Skip to content

tempo.

August 1, 2010

Já são tantos dias, tanto tempo. Coisas que eu gostaria de lembrar. sentimentos que eu gostaria de sentir cada vez mais fortes pelas mesmas pessoas que um dia passaram e deixaram aqui um vazio tão grande que nem fazem idéia. Pessoas que surgem e me deixam impressionados; Estas, as mesmas que me fazem perder toda a esperança em busca de algo diferente por um simples ato idiota. Eu gostaria que algumas coisas fossem mais simples. Gostaria também que algumas fossem mais complicadas. Já são tantos minutos, tantas horas. Minhas madrugadas brilhantes e meus dias foscos. vejo o sol nascer e o sol se por. dias em silêncio e minhas noites gritantes. Barulhos de meu pensamento, que grita cada vez mais alto e sem sentido. só sei que não sei de muita coisa. só sei que esse mundo não é mais o meu e nem eu sou mais desse mundo. quando me dou conta o tempo já me roubou um pedaço de vida.

Tempo esse que não me quer. tempo esse que não quero. tempo esse que me confunde. tempo esse que não me permite voltar. tempo esse que só me deixa sonhar.

Sabe o que é acordar sem ter um “por que”?

Advertisements
No comments yet

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: